jump to navigation

E mais Violência entre A-lunos novembro 21, 2008

Posted by vladhomobono in Protestos.
Tags: , , , ,
5 comments

Tava dando um olho nas notícias e vejo:
“Onda de violência nas escolas de Belém preocupa pais, alunos e educadores”
Noticia retirada do site globo.com falando sobre as constantes agressões nas escolas de Belém. A matéria em sí fala de uma eterna rivalidade entre escolas. No texto só fala da Escola Estadua Paes de Carvalho mas aparecem claras imagens sobre o Instituto de Educação do Estado do Pará. Existe uma rivalidade antiga entre as duas escolas mas antes eram apenas sobre Bandas Marciais… agora virou uma rivalidade muito maior. Os a-lunos de uma escola tem medo de andar com os uniformes pois podem sofrer represalias dos a-lunos das outras escolas. Sempre houve isso mas parecia que ninguem via e quem acaba sofrendo são os professores e os alunos que ainda vêem a escola como centro do conhecimento. Segue a Matéria:

A rivalidade entre alunos de escolas públicas de Belém virou caso de polícia. O problema ficou tão grave que muitos estudantes têm medo de andar na rua com o uniforme do colégio. As brigas têm dia e hora marcados. Tudo acontece na saída da escola e os alunos estudantes acompanham as brigas.
Os alunos contam que brigas na rua viraram rotina. Uma menina diz que os estudantes usam pedras, rojões e dão socos nos rivais.

De acordo com a Polícia Militar, 143 ocorrências foram registradas em escolas da capital do Pará Belém só este ano. Várias armas foram apreendidas com estudantes. Para tentar reverter a situação, a polícia quer ampliar o patrulhamento e as operações nos colégios.
Neste ano, uma adolescente foi morta a facadas dentro da sala de aula por outra estudante. Soraia Barbosa Marinho tinha 15 anos. Segundo o pai, ela foi assassinada depois de discutir com a outra aluna durante o intervalo.

“Eu não me conformo, não aceito que qualquer aluno venha morrer dentro de uma sala de aula. Não tem lógica, isso não tem cabimento”, diz o pai da vítima, o técnico em eletrônica Josias da Silva Marinho.
Em uma escola, as crianças e jovens usam mensagens de paz no uniforme. E a diretora faz um apelo para que os pais conversem com os filhos. “Dentro da escola, somos responsáveis, mas lá fora a família é responsável por esses jovens”, diz Evangelina Sampaio Benassuly.


http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL870604-5598,00.html

É triste…

Anúncios